Área do associado
E-mail:
Senha:
ACESSAR RECUPERAR A SENHA
Ainda não tem cadastro? Clique aqui.

Cuidados paliativos e ciências sociais marcam último dia do Congresso Brasileiro de Genética Médica

Publicada em: 05/07/2019
Foram cinco dias de aulas e uma programação intensa com foco na genética médica e áreas relacionadas
 
A cidade de Salvador, na Bahia, foi palco de importantes debates na área médica que envolveram mais de quinhentas pessoas ao longo de cinco dias. O CBGM 2019 XXXI Congresso Brasileiro de Genética Médica teve como temática central do Singular ao Plural, contemplando a singularidade da Medicina de Precisão em contraponto à Pluralidade da Genética Populacional.
 
- Chegamos ao final de um evento que teve muito sucesso com a participação de mais centenas de pessoas e uma grade de programação científica muito rica. Agradeço aos patrocinadores e todos que se envolveram na organização - afirmou o presidente do XXXI Congresso Brasileiro de Genética Médica, Diego Miguel.
 
A programação de sexta-feira (05/07) trouxe abordagens clínicas complexas na abertura. Uma mesa redonda foi dedicada aos cuidados paliativos em diferentes faixas etárias.
 
- Em primeiro lugar, é preciso que o médico saiba ter empatia, ou seja, saiba se colocar no lugar do paciente. O médico, muitas vezes, tem uma ansiedade grande de dar a notícia para o paciente. Antes de fazer isso, recomendamos que procure entender o que o paciente quer ouvir e qual o tempo que ele precisa para falar o que está sentindo e entendendo daquela situação. É isso que vai ajudar para que possamos cuidar o melhor possível dele. Nos casos especialmente ligados a pediatria, é preciso saber abordar e olhar a família e entender o paciente como um todo. É preciso cuidar não da doença e sim do doente que inclui a sua família – afirmou a pediatra neonatologista e palestrante do evento, Maria Augusta Gibelli.
 
O debate teve a coordenação de Emília Katiane Embiruçu de Araújo Leão e os palestrante discorreram sobre o tema, com abordagem em diferentes faixas etárias. As aulas foram proferidas por Maria Augusta Bento Cicaroni Gibelli, com foco no período neonatal; Paula de Almeida Azi falando do paciente pediátrico e Vitor Carlos Silva, do paciente adulto.
 
Na sequência o evento tratou da “Genética no Sertão: diálogos possíveis entre a genética e as ciências sociais”, com aula de Gabrielle Grossi. A grade também reservou espaço para o Rol da ANS e conclusões do Grupo de Trabalho de Exames Genéticos.
 
O Congresso Brasileiro de Genética Médica foi realizado no Hotel Deville Prime, em Salvador, de 1 a 5 de julho de 2019. O evento foi uma realização da Sociedade Brasileira de Genética Médica e Genômica (SBGM).
Procure seu médico geneticista titulado


Agenda de eventos




Nossa sede: Rua São Manoel, 456/303 - Porto Alegre / RS
CEP: 90620-110